Um dia de cada vez.

Bom dia,
Antes de falar qualquer coisa, gostaria que vocês lessem esse texto abaixo.
É engraçado, mas é completamente verdadeiro.


"Enquanto isso, no rodízio...
- Estômago: - Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.
Primeiro prato (800g): arroz, feijoada, cupim, picanha, coração degalinha e tomate.
- Estômago: - Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra.
Segundo prato (550g): arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.
- Estômago: - Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né? Manda um pouco de água.
Bebida: Coca-Cola 600ml
- Estômago: - Seu imbecil, eu falei um pouco de água.
- Eu: - Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.
- Estômago: - Coca-cola tem o inferno dentro, porra. Tá fudendo aqui com o suco-gástrico.
- Esposa: - Amor, com quem você tá falando?
- Eu: - Nada, não, tô pensando alto.
Sobremesa: 300g de pudim.
- Estômago: - Eita porra, cabe mais não. Tá ouvindo?
- Intestino: - O que tá acontecendo aí em cima? Que zona é essa?
- Estômago: - O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não sei mais o que fazer.
- Intestino: - Vamos mandar direto.
- Estômago: - O quê?
- Intestino: - É isso aí, operação descarga.
- Estômago: - Cara, o cérebro não vai gostar.
- Intestino: - Foda-se o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.
- Estômago: - Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais...
- 2°: cafezinho.
- Estômago - Filho de uma puta. Vou explodir.
- Intestino - Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.
- Coração - Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.
- Intestino - Operação descarga.
- Coração - Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.
- Estômago - Foda-se aquela geléia! Nem músculo tem.
- Intestino - É isso aê, foda-se essa géleia inútil. Vinte segundos pra abrir o esfíncter anal. Quero ver o ânus arder com esse suco gástrico.
- Esposa - Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?
- Eu - Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.
- Esposa - O que você comeu?
- Eu - Não sei. Acho que foi o tomate."


Coloquei esse texto porque achei interesante e explica bem como era meus almoços em rodízios.
Hoje, mesmo no início da R.A., sei que não consigo mais comer tanto. Aprendi a mastigar bem, a comer devagar, a degustar cada garfada, a escolher meus alimentos, a não tomar refrigerante sempre no almoço, a colocar aquilo que é suficiente para ficar satisfeita, a escutar meu estômago dizendo que já está bom...enfim, sei que estou diferente, mesmo com os deslizes que cometo.
E isso me deixa muito feliz!

Ontem estava tão cansada e sem ânimo que nem fui a academia. À noite me senti mal por não ter ido. Sei que poderia ter me ajudado a levantar o astral se eu tivesse ido. E vi que hoje sinto falta de um exercício. Nossa, isso é um avanço imenso na minha vida, pois nunca fui fã de ir a academia e fazer normalmente as mesmas coisas. E como me senti daquele jeito ontem, me senti na obrigação de ir hoje. E vou! Até ia sozinha, mas meu colega de trabalho e companheiro de academia viu que dará tempo de ir! E assim fiquei mais animada ainda!

Espero que mesmo com meus "pecados" dessa semana, os números da balança diminuam!

Bom..por hoje é só, pois já escrevi demais!


BEIJOS ENORMES E UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!

8 Apoios:

Catarina Vitória disse...

Ois =)

Esse texto é fantástico! Reflecte bem o que muitos de nós já fizemos um dia.

Muita força na R.A.=)

Beijinhos e bom fim-de-semana

Valérie Roberto disse...

Meu Deus, deve ser o corpó do meu marido hehehe

Faz tempo que eu não sei o que é isso, graças a deus!

Mil beijos

ٷՅiα disse...

huaHAuahUAHuaHU

Muito hiláááário o texto! xD

E isso me fez lembrar um programa que vi da Ana Maria Braga em que ela colocou dentro de um saco plástico um monte de porcarias, de sanduíches a outras coisas, depois mandou coca-cola e começou a sacudir, como se fosse o estômago.
Cara... o saco começou a criar um gás e inchar e parecia que ia explodir!
Aquilo foi nojento! >.<
Desde então nunca mais bebi nada com gás enquanto como. =P

Vania San disse...

Nem fale!

Hoje se eu comer 1/3 do que comia um ano atrás vou para o hospital!

Beijos

Tita disse...

Oi, Anna!
Divertida essa piada. Pior é o final: "acho que foi o tomate"... haha! Mas é mesmo uma piada verdadeira. Nosso corpo manda mil sinais e nós temos que aprender a respeitá-los.
Beijocas e um ótimo domingo!

Jéssica Araújo disse...

muito engracado amga, adorei!!!

Gezinha® disse...

ADOREI o texto...rs
Tenha uma linda semana.
Abraços
Gezinha
http://ideiasdicas.blogspot.com/

Leila em Nova Fase de Renovação disse...

Eu simplesmente adorei a historinha rs...
Tenha um bom dia.
bjs